Buscar por:  

Assine o RSS

Voltar 17/05/2019 - EPBR

E&P

Jet Lag

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, que participou ontem da Live semanal feita pelo presidente Jair Bolsonaro no Facebook, afirmou que depois de oito anos a ExxonMobil voltará a investir no Brasil. O anúncio foi feito após encontro do ministro e do presidente com Neil Chapman, presidente-executivo da petroleira, em Dallas. A agenda do presidente previa encontro com o CEO da empresa, Darren Woods, que não participou. 

“O presidente da ExxonMobil manifestou o interesse que a empresa tem de realizar grandes investimentos no Brasil. Ele tem perspectivas nos leilões que nós vamos realizar e particularmente citou que nós temos hoje a melhor área de exploração do mundo, com maior produtividade. E também enfatizou que só com produção nós vamos conseguir reduzir o preço dos combustíveis, o preço do gás, para permitir o crescimento econômico sustentável do país. É muito importante nós escutarmos isso de uma grande empresa internacional, que vai voltar ao Brasil depois de oito anos sem investir por que agora tem uma abertura de mercado, tem previsibilidade, tem segurança regulatória. E agora os recursos virão”, comentou o ministro.

-- A ExxonMobil voltou a investir no Brasil na retomada dos leilões de blocos exploratórios em 2017, com o fim da operação única da Petrobras no pré-sal. Em 28 de setembro de 2017, logo após a realização da 14a rodada de licitações da ANP, Kelly Lima escreveu para epbr: O retorno da Bacia de Campos no leilão da ExxonMobil

-- De  lá para cá, a empresa participou de todas as concorrências realizadas pela ANP. Possui portfólio de 15 blocos exploratórios com ativos nas bacias de Campos, Santos, Sergipe-Alagoas, Ceará e Potiguar. A carteira pode ser ampliada com o novo leilão do pré-sal e o leilão do excedente da cessão onerosa, primeiro da Era Bolsonaro, programado para 28 de outubro.

-- A ExxonMobil já iniciou o licenciamento de 11 poços exploratórios em áreas das 13a, 14a e 15a rodadas de licitação da ANP, quando adquiriu a operação dos blocos SEAL-M-351, SEAL-M-428, SEAL-M-430, SEAL-M-501, SEAL-M-503, SEAL-M-573. E desde 2018 trabalha em duas frentes de licenciamento ambiental para as áreas que arrematou na 14a e 15a rodadas e nos 3o, 4e 5o leilões do pré-sal, realizados desde de setembro de 2017. São até 22 poços exploratórios a serem perfurados, sendo dois firmes, um no bloco C-M-789 e o outro no bloco Titã.


Fonte: EPBR, 17 maio 2019
by vm2

ABIMAQ - Associação Brasileira da Indústria de Maquinas e Equipamentos.
2019 Todos os direitos reservados.

Rua: Santa Luzia, 735 - sala 1201 - Centro - CEP: 20.030-041 - Rio de Janeiro - RJ
Tel: (21) 2262-5566
E-mail: cseno@abimaq.org.br