Buscar por:  

Assine o RSS Mais Notícias

Voltar 02/04/2018 - USINAGEM BRASIL

SETOR DE FERRAMENTAS

Todos os segmentos do setor de ferramentas (manuais, de corte, elétricas, instrumentos de medição, cutelaria, facas, serras etc.) estão animados com as perspectivas de crescimento em 2018. De acordo com Cláudio Camacho, presidente do Sinafer e da ABFA, entidades representativas do setor, após o crescimento em torno de 7% em 2017 (os números ainda não estão consolidados), a expectativa para 2018 é de um incremento nos negócios na casa dos dois dígitos.

De acordo com Camacho, o que explica o otimismo das associadas do Sinafer e da ABFA é o fato de que setores que têm forte impacto sobre a indústria de ferramentas estão em processo de retomada. É o caso do setor automotivo, que voltou a crescer no segundo semestre do ano passado e que em 2018 vem acelerando o ritmo de produção. “O segmento de pesados - caminhões e ônibus - está indo além de nossas expectativas. Voltou a contratar, algumas empresas já estão trabalhando em três turnos... As perspectivas são muito boas”.

Outros segmentos industriais que têm influência no desempenho do setor de ferramentas também têm apresentado sinais de melhora, caso da indústria de óleo e gás, da indústria de equipamentos de energia e da própria construção civil. Em contrapartida, o setor de máquinas agrícolas - um dos únicos a registrar crescimento no período de crise econômica - vive um momento de retração.

No segmento de ferramentas de corte para usinagem, especificamente, a tendência também é de alta de dois dígitos. “Assim como os demais segmentos representados pelo Sinafer e pela ABFA, o segmento de ferramentas de corte é muito impactado pelas montadoras, pela indústria de autopeças e de caminhões e ônibus (que respondem por mais de 50% do consumo de ferramentas de corte para usinagem), que estão indo bem. Este fato é um indicador que vamos ter um desempenho melhor em 2018 do que no ano passado”.

De acordo com Camacho, o setor de ferramentas terá neste mês de abril a oportunidade de avaliar como o está o nível de aquecimento da indústria, com a realização da Feimec 2018 (de 24 a 28 de abril, no São Paulo Expo). “A Feimec servirá como um termômetro do mercado para a nossa indústria”, diz o dirigente empresarial, acrescentando que a ABFA e o Sinafer estarão presentes ao evento, no estande C 337.
by vm2

ABIMAQ - Associação Brasileira da Indústria de Maquinas e Equipamentos.
2018 Todos os direitos reservados.

Rua: Marechal Deodoro, 630 CJ 1706 - CEP: 80010-912 - Curitiba - PR
Tel: (41) 3223-4826
E-mail: csmem@abimaq.org.br