Buscar por:  

Assine o RSS Notícias

Voltar 05/01/2018 - Portos e Navios

Investimentos privados

O Porto de Suape fechou 2017 com mais um investimento em seu parque de tancagem de combustíveis, o quarto em todo o ano. Dirigentes do Grupo Temape solicitaram ao Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, por meio da Secretaria Nacional dos Portos, o aumento da capacidade estática para armazenagem de combustíveis (gasolina, óleo diesel e etanol), e a reforma e modernização da estrutura do empreendimento.

O plano de investimentos da empresa, orçado em R$ 72,8 milhões, já foi aprovado pela administração do porto. O terminal, agora, aguarda o posicionamento do governo federal. Junto às expansões da Pandenor, Decal e Tequimar são aproximadamente R$ 540 milhões em investimentos privados para ampliação da tancagem em Suape.

Após essa aprovação, o Temape dará início a elaboração do projeto executivo das obras. A previsão é que os serviços comecem no 1º semestre de 2020. Com a expansão da estrutura, o terminal caminha para atender à crescente demanda operacional do empreendimento, que opera em Suape desde 1999. “Precisamos agir antecipadamente em relação ao mercado. Estamos saindo de um longo período de crise e os combustíveis movimentam o Brasil. Este é um momento assertivo e acreditamos que em breve voltaremos a movimentar os números praticados antes dos problemas econômicos”, comentou Fernando Guerra, Superintendente do Temape. Ao longo de 2017, o terminal movimentou aproximadamente um milhão de metros cúbicos em produtos.


A empresa ampliará sua capacidade de estoque, passando dos atuais 58 mil metros cúbicos para 80 mil metros cúbicos de combustíveis, com a construção de três novos tanques. Os investimentos englobam, ainda, a construção de uma nova subestação de energia, a ampliação do sistema de combate a incêndios, novas balanças para caminhões, pavimentação e reforma do prédio administrativo, do almoxarifado e da oficina. 

“Trabalhamos com produtos que exigem máxima atenção e cuidado. Nossa modernização irá refletir em melhores condições de segurança para todos que trabalham no terminal”, reforçou, Fernando.

AMPLIAÇÃO

Ao longo de 2017, quatro terminais de armazenamento de granéis líquidos instalados em Suape anunciaram projetos de expansão. Juntos, os terminais Pandenor, Decal, Tequimar e Temape somam R$ aproximadamente 540 milhões em investimentos privados. Atualmente, os parques de tancagem localizados no porto organizado de Suape têm capacidade de armazenamento de aproximadamente 700 mil metros cúbicos. Com as expansões, ultrapassará um milhão de metros cúbicos.

A empresa Pandenor Importação e Exportação anunciou em fevereiro o investimento de R$ 70 milhões para a ampliação do seu parque de tancagem. O terminal está construindo oito novos tanques de armazenagem de graneis líquidos. Após a expansão, a Pandenor terá capacidade para armazenar 122 mil metros cúbicos de combustíveis líquidos. As obras já foram iniciadas e devem ser concluídas em julho de 2018.

Em junho, a Decal noticiou o investimento de R$ 313 milhões para ampliação do seu parque de tancagem em Suape. Após as obras, a empresa passará a ter capacidade de comportar até 391 mil metros cúbicos. As obras vão gerar 200 empregos diretos e indiretos, segundo a empresa.

Já o Tequimar, controlado pelo Grupo Ultra, foi o terceiro a anunciar seu plano de expansão. O empreendimento possui capacidade estática de armazenamento de 160 mil metros cúbicos em produtos. Após obter a autorização para o seu plano de investimentos, a empresa irá ampliar em 40 mil m³ o seu potencial de estoque. Com isso, poderá armazenar, no total, 200 mil m³ de combustíveis com a construção de quatro novos tanques. O investimento ultrapassa os R$ 84 milhões.

Capacidade de armazenamento dos tanques de granéis líquidos no Porto de Suape


Fonte: Suape

LIDERANÇA

Suape ocupa a primeira colocação entre os portos públicos do Brasil na movimentação de granéis líquidos, que compreendem produtos químicos e derivados de petróleo, como gasolina, diesel, álcool e óleo combustível, e é responsável pelo abastecimento de combustíveis em todo o Norte e Nordeste.

De janeiro a novembro de 2017, do total de 21,3 milhões de toneladas movimentadas, os granéis líquidos foram responsáveis por mais de 15,7 milhões de toneladas dos produtos que circularam em Suape.  “A ampliação destes terminais de armazenamento de combustíveis é reflexo do potencial de Suape para receber essas cargas. Para o porto, a notícia de novos investimentos é proveitosa de todas as formas, pois irá refletir na movimentação de navios, na geração de novos empregos e no ganho da operação”, comentou Marcos Baptista, presidente do Complexo Industrial Portuário de Suape.

by vm2

ABIMAQ - Associação Brasileira da Indústria de Maquinas e Equipamentos.
2018 Todos os direitos reservados.

Av. Jabaquara, 2925 - Mirandopolis - CEP: 04045-902 - São Paulo/SP
Tel: (11) 5582-6378 - Fax: (11) 5582-6312
E-mail: cspep@abimaq.org.br