Buscar por:  

Assine o RSS

Voltar 16/12/2019 - Informaq - edição 239 - Dezembro de 2019

PALAVRA DO PRESIDENTE

2020 promete





Chegamos ao final de 2019 com expectativas muito animadoras para o nosso setor. Vivemos níveis históricos da Taxa Selic, com as taxas mais baixas já vividas pelo setor, uma inflação controlada e um câmbio industrializante, que nos oferece novas possibilidades de crescimento.

De outro lado, a carteira de pedidos do setor de máquinas e equipamentos está reagindo, sinalizando uma melhora nas encomendas de bens não seriados, voltados para grandes projetos e que costumam carregar margem melhor de lucro, principalmente para os setores de celulose e mineração.

A reforma da previdência é outro fator que renova o ânimo, as propostas de desburocratização da economia, previstas na Lei de Liberdade Econômica, e o próprio progresso da ABIMAQ na articulação política e econômica com o governo, com a Câmara e com o Senado, são fatores que também colaboram para a melhoria do ambiente de negócios do País como um todo, gerando perspectivas ainda mais promissoras.

Como resultado dessa interlocução com o governo, temos o lançamento do Programa de Melhoria Contínua da Competitividade, por meio de um trabalho que foi feito em uma parceria inédita da ABIMAQ com a SEPEC – Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia e outras entidades da indústria. 

Após a realização contínua de estudos e trabalhos para detecção e levantamento do Custo Brasil, dentro do âmbito do nosso setor, após termos encomendado dois estudos com a Roland Berger e a LCA Consultores, apontando para o governo e para os nossos associados os efeitos negativos que a abertura comercial imediata teria sobre as nossas indústrias, uma vez que existiam assimetrias que necessitavam de correção antes da implantação da abertura comercial, conseguimos sensibilizar o governo e várias entidades de classe a ampliar os estudos para todo o País e o resultado foi o lançamento de um programa baseado em trabalho contratado por entidades da Coalizão Indústria junto à BCG - Boston Consulting Group, com protagonismo da ABIMAQ, com o objetivo de combater e reduzir o Custo Brasil, executando uma nova metodologia de análise e governança para analisar e priorizar propostas com maiores chances de melhorar o ambiente de negócios e a competitividade brasileira. Os primeiros estudos realizados pelo BCG Boston Consulting Group indicam que por ano, o Custo Brasil consome das empresas um valor de aproximadamente R$ 1,5 trilhão, o que representa 22% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. Esse levantamento inicial teve o valor estimado num trabalho conjunto de diagnóstico realizado durante os últimos quatro meses pelo governo com a ABIMAQ e o setor privado.

Além desses fatores temos índices que indicam que o consumo das famílias está aumentando, o que deve gerar aumento no mercado interno. A segurança jurídica e outros fatores desencadeadores de um crescimento econômico sustentável nos fazem acreditar que os investimentos podem retornar, especialmente em infraestrutura, gerando um novo ciclo de desenvolvimento.

Portanto, acreditamos que 2020 será um ano de grandes transformações para o País como um todo e para o nosso setor em particular, com a retomada do crescimento.

Boas festas a todos. 

João Carlos Marchesan - Presidente do Conselho de Administração ABIMAQ/SINDIMAQ
by vm2

ABIMAQ - Associação Brasileira da Indústria de Maquinas e Equipamentos.
2020 Todos os direitos reservados.

Rua: Santa Luzia, 735 - sala 1201 - Centro - CEP: 20.030-041 - Rio de Janeiro - RJ
Tel: (21) 2262-5566
E-mail: srrj@abimaq.org.br